sexta-feira, 12 de junho de 2009

AQUI NÃO TEM



esse blog não entrará na onda coletiva de reflexão sobre os propósitos políticos e sociais da Parada Gay, como sempre ocorre nessa irritante época do ano.

Primeiro: não acredito na Parada como instrumento de mobilização e mudança do pensamento do brasileiro sobre a causa gay. pelo contrário, acho mais parecida com uma micareta debochada, travestida de séria e comprometida. não tem nada a ver comigo, então quanto menos verborragia sobre, melhor.

Segundo: NÃO acredito na existência de uma causa gay. A idéia de uma "classe" me soa ultrapassada, diante de tantas idiossincracias entre as pessoas. no caso entre os homessexuais, isso chega a ser gritante. Quero que seja aprovada a lei anti homofobia, a união civil e pronto. nada mais. são direitos humanos BÁSICOS mas Leis no Papel não irão mudar sentimentos mal resolvidos de ódio e preconceito no coração das pessoas.

é isso.

3 comentários:

alex disse...

gostei ,deste post,acho a mesma coisa,realmente com isso não dá pra leva a serio,o que os gay querem^^se é seu direito ou só fazer festa mesmo ^^

Corino Nunes disse...

o termo 'comunidade gay' e tudo o mais que esteja relacionado me incomoda. não quero ter de escolher um lado pra ficar. gays não precisam se limitar e viver marginalizados. a idéia de sociedade em comunidade soa mais interessante. isso, verdadeiramente pode ser chamado de diversidade.

"...music makes the people come together/music mix the bourgeoisie and the rebels..."

Mélker Rúbio disse...

eu concordo plenamente...
com certeza resolveria se fosse feito o simples...