quinta-feira, 21 de maio de 2009

lamur



Preparando pra guerra do dia dos namorados. e a guerra não é comigo. Tô em paz esse ano com o cupido. sem paixão, sem amor de novela, sem amor de caixa de chocolate e flor.
sem suspirar, sem ficar tenso.

vacinado, magoado, recalcado, esperto, maduro, despeitado, com o pé atrás, traumatizado, deboa, debochado..eu aceito a justificativa que você quiser me dar.
quem está enamorado, tem mais é que sentir as coisas e efeitos que esse estado dá. tá mais que certo, e tem mais é que vivenciar, suspirar, trocar mil SMS, declarações no Fotolog, onde quiser. cada um a sua maneira.

O legal de namorar é se sentir sempre anestesiado perante as coisas da vida. é se deixar levar por esse estado de se sentir meio bobo, meio to nem aí pro resto. forget about the world. Já vi gente que eu achava a pessoa mais séria e madura virar adolescente romântico quando ama.

quem ama só ama. esse não é um texto crítico. porquê quem sente que ama, passa a saber só amar. e manter, manter acesa a chama do amor.

quem não está amando, ou não transparecendo isso em versos e suspiros, como eu - só não quer ficar entediado.

Um comentário:

Arthur disse...

Como seria bom ser correspondido por aquela pessoa que não te conhece mas que você ao vê-la pela primeira vez, sente uma sensação boa, uma vontade de estar junto, ser amigo e confidente, imaginando a vida perfeita como um comercial de Doriana.
Se eu pudesse, roubaria essa pessoa para mim e nunca a deixaria sair da minha vida.