quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

manutenção




Sabe quando alguma objeto da sua casa sempre tá dando problema? Quando você tem que ficar levando pra assistência direto e sempre tem que ficar sondando e tomando mil cuidados pra não estragar, por serem cacarecos ultra delicados?

Notei que algumas relações são assim. sejam de trabalho, namoro, amizade e família. penso que quando a relação está sempre delicada e perigando apagar e sempre que uma das partes tem que se colocar como responsável pela manutenção e administração da mesma é porque não é mais viável como se apresenta. As relações tem que se auto gerenciar, espontaneamente. óbvio que sempre passíveis de reavaliação, questionamentos, atritos e falhas, mas de modo em geral, creio que quando é muito delicado sempre e por motivos pequenos, é porque não há futuro. futuro forte e sereno, digo. nenhuma relação por mais linda e gostosa que seja, não vale o preço do constante medo da possibilidade de sua perda e finitude.

Tudo acaba, é preciso aceitar, mas que acabe bem, ao menos.

2 comentários:

Feérica "Psychedella" Fuzilêra disse...

Entre a "Partida" e o "Adeus", vagos resquícios permanecem.

Saudades de ti, John!

Beijaço!

alex machado disse...

isso me fez pensar......