sábado, 20 de fevereiro de 2010

+

Quando acordei contra a vontade nesse sábado e me arrumei naquele espelho, não reconheci meu rosto. me senti estranhamente sereno e tentei identificar quais traços haviam mudado, qual era aquela cor da íris, que desenho fazia aquela barba, desse jeito diferente. eu não entendi o que significava aquele olhar. eu me senti intimidado e desafiado, de certa forma, por aquela imagem que estava ali presente. ficaria minutos, dezenas de minutos ali talvez. por um instante, esqueci ou não importei com todos os dilemas e dúvidas que tenho no momento, e me deixei levar por esse encontro, por essa apresentação. a partir dali, naquele espelho, definitivamente havia outra pessoa. e eu preciso saber quem ela é.

Um comentário:

Aiko disse...

Que venha essa nova mulher de dentro de mim!! :P
Mas pense bem... É vc evoluindo! :D