domingo, 23 de agosto de 2009

devore



A romã é o fruto da romãzeira (Punica granatum). O seu interior é subdividido por finas películas, que formam pequenas sementes possuidoras de uma polpa comestível.A importância da romã é milenar, aparece nos textos bíblicos, está associada às paixões e à fecundidade. Os gregos a consideravam como símbolo do amor e da fecundidade. A árvore da romã foi consagrada à deusa Afrodite, pois se acreditava em seus poderes afrodisíacos. Para os judeus, a romã é um símbolo religioso com profundo significado no ritual do ano novo quando sempre acreditam que o ano que chega sempre será melhor do que aquele que vai embora.

.
não se pode comer a romã abocanhando com fome e voracidade. não podemos morder seu fruto com a mesma volúpia da manga, da maçã, da pera. Vontade dá, mas com isso, você pode machucar seus lábios e gengivas, além de sentir o sabor amargo das camadas que envolvem suas sementes. Assim é como tantas coisas nessa vida, onde devemos apreciar como a romã, um pouco de cada vez. nem tudo se permite ser devorado como queremos.

Um comentário:

uomini disse...

acho a romã tão bonita. nem é, entre as frutas, a mais vistosa. maçãs, peras, laranjas são mais clássicas, mas a romã me lembra a infância. tinha uma casa linda na minha rua com um pé de romã. lá morava um menino que eu gostava, mas que nunca soube disso. sempre que tinha romã em casa eu pensava dele. hoje olhei a foto no seu blog e me senti com onze anos. (só pra registrar). um abraço.